Programa Aveiro Digital www.aveiro-digital.pt 
Linha separadora
      O Programa Aveiro Digital 2003 - 2006 é co-finaciado pelo FEDER e pelo FSE através do Programa Operacional Sociedade da Informação
Linha separadora
Separador
Indicador de item de menu Apresentação
Separador
Indicador de item de menu Projectos  
Separador
Indicador de item de menu Serviços
Separador
Indicador de item de menu Documentação
Separador
Indicador de item de menu Outros Destinos
Separador
Indicador de item de menu Contactos
Separador

Um globo inclinado, com uma grelha sobreposta. Na sua superfície está recortado um buraco de fechadura

Atalhos de acesso ao menú: ALT + Letra sublinhada

English Version     Versão Portuguesa


Visitantes: 3622634

 

[ Inicio ]
Icon Apresentação  Apresentação :: Áreas de Intervenção :: 8 - Informação, Cultura e Lazer :
 

A informação, cultura e lazer, incluindo as actividades desportivas e recreativas, assumem uma grande importância na vida das populações como actividades de qualificação individual e social. Os meios de comunicação social, os clubes, as associações culturais e recreativas, as bibliotecas, os museus, os teatros, os cinemas e as orquestras fazem a oferta desportiva, cultural, de lazer e de informação dos munícipes e constituem estruturas com impacto distintivo na qualidade de vida das comunidades.

As TIC já se provaram como meios fundamentais para a produção, venda, aquisição e divulgação de serviços de cultura, de lazer, de desporto e de informação, quer na perspectiva dos fornecedores de serviços, quer na perspectiva dos consumidores.

Os factores críticos específicos desta área prendem-se, sobretudo, com a reduzida dimensão e capacidade própria das entidades, com a natureza das organizações, com a conjugação dos planos de investimento e com a articulação dos recursos.

Assim, embora tendo em conta a experiência ganha e a maior capacidade para a condução dos projectos, especiais apoios à execução técnica e financeira dos projectos devem ser considerados nesta área, bem como especial atenção à concentração de objectivos e à conjugação de recursos.
Nesta Área de Intervenção, perspectiva-se o seguinte conjunto de projectos, bem como os seguintes indicadores e objectivos:

P 8.1 Museus e Arquivos

Digitalizar os acervos históricos dos principais Museus da Região, dos arquivos de História Industrial e Arte, do Arquivo Distrital de Aveiro, da Emeroteca e da Bibliografia dos Autores da Região e produzir o Roteiro Digital de Arte e o Roteiro Digital da Ria.

Perspectiva-se, complementarmente, a criação de visitas guiadas em formato vrml, garantindo a disponibilização das bases de dados multimédia na Internet, com funcionalidades de pesquisa e indexação da informação. Pretende-se ainda promover a introdução das TIC nos discursos expositivos dos museus e na criação da rede de Museus da Ria de Aveiro.

P 8.2 Redes de Serviços Regionais

Criar e operar sistemas de gestão dos parques regionais de equipamentos culturais, desportivos e recreativos de uso público, instalando na Internet um balcão único de serviços de marcação, reserva e pagamento de serviços, equipamentos e recintos.

Perspectiva-se a criação de um balcão único de serviços de informação e de promoção das iniciativas dos clubes, agências e associações culturais, desportivas e recreativas.

Especial ênfase deverá ser associado ao desporto amador, sénior e juvenil, com especial atenção à promoção das entidades e divulgação das iniciativas de articulação e promoção do desporto juvenil e escolar.

P 8.3 Academia Artes Digitais

Criar um centro de recursos de produção de arte digital, através da instalação e operação de um conjunto de plataformas e de sistemas especialmente equipados para o processamento de som, imagem e vídeo.

Perspectiva-se a partilha deste centro de recursos por várias entidades e instituições vocacionadas não só para a produção de arte audio-visual mas também com responsabilidades na promoção, na educação e no ensino das diferentes formas da arte.

A capacidade técnica para a operação dos sistemas de produção, bem como a selecção dos modelos de operação e de simulação, deve ser garantida em articulação com as iniciativas da Universidade de Aveiro na área da comunicação e arte. Perspectiva-se ainda a criação da Galeria Digital, a realização de espectáculos de arte digital e realização de exposições regulares para o grande público.

P 8.4 Movimento Associativo Digital

Dada a extrema diversidade do movimento associativo de âmbito social, cultural, recreativo e desportivo, contempla-se a criação de um portal único do movimento associativo onde se inclua a agenda dos clubes e associações e se disponibilizem serviços de divulgação, promoção, adesão e participação estimulando as práticas associativas e sociais. Perspectiva-se a instalação de jogos em rede e de agendas colectivas de actividades colaborativas.

Para garantir a edição distribuída pelos aderentes, deve ainda contemplar-se o treino adequado dos operadores, a instalação de rede, equipamento e serviços básicos.

IO. 8- Indicadores e Objectivos Anuais

Indicadores
Ano 2
Ano 3
Ano 4
Acervos históricos dos Museus na Internet 20% 60% 100%
Arquivos de História Industrial na Internet 20% 60% 100%
Arquivo Distrital na Internet 20% 60% 100%
Arquivos de Arte na Internet 20% 60% 100%
Emeroteca na Internet 20% 60% 100%
Bibliografia de Autores na Internet 20% 60% 100%
Roteiro Digital Arte na Internet 20% 60% 100%
Roteiro Digital da Ria na Internet 20% 60% 100%
Balcão de serviços de reserva de equipamentos e recintos - 100% 100%
Academia de Arte Digital   60% 100%
Galeria Digital na Internet - 100% -
Arte Digital – Exposição e Espectáculo - - 100%