Programa Aveiro Digital www.aveiro-digital.pt 
Linha separadora
      O Programa Aveiro Digital 2003 - 2006 é co-finaciado pelo FEDER e pelo FSE através do Programa Operacional Sociedade da Informação
Linha separadora
Separador
Indicador de item de menu Apresentação
Separador
Indicador de item de menu Projectos  
Separador
Indicador de item de menu Serviços
Separador
Indicador de item de menu Documentação
Separador
Indicador de item de menu Outros Destinos
Separador
Indicador de item de menu Contactos
Separador

Um globo inclinado, com uma grelha sobreposta. Na sua superfície está recortado um buraco de fechadura

Atalhos de acesso ao menú: ALT + Letra sublinhada

English Version     Versão Portuguesa


Visitantes: 3622638

 

[ Inicio ]
Icon Apresentação  Apresentação :: Áreas de Intervenção :: 5 - Serviços de Saúde :
 

A saúde é um dos sectores em que as TIC abrem as mais fortes expectativas de mudança no sentido de maior qualificação e agilidade na prestação de serviços aos cidadãos e na racionalização dos meios e recursos.

A racionalização na utilização dos meios e dos equipamentos de clínica e de diagnóstico, a gestão dos fornecimentos de bens e serviços, a articulação e qualificação dos profissionais e ainda a conjugação dos sistemas de saúde público e privado, são alguns dos eixos de Intervenção onde as TIC podem ser aceleradoras da qualidade dos serviços e organizações.

Para além das questões de segurança e protecção dos dados individuais e das preocupações de ordem deontológica, ética e jurídica, identificados que estão os factores críticos fundamentalmente ligados à desadaptação das estruturas orgânicas e dos procedimentos associados aos serviços, especial atenção deve contemplar quer a formação e qualificação da gestão e organização das instituições, quer a efectiva capacidade para a introdução de novos procedimentos.

É neste contexto que se identificam os projectos que podem contribuir para uma efectiva melhoria da qualidade nos serviços de saúde e se listam os seus principais indicadores e objectivos anuais:

P 5.1 Sistemas para a Gestão e Administração Hospitalar

Perspectiva-se o planeamento, análise e implementação do processo clínico electrónico hospitalar numa estrutura que também permita a troca de mensagens com sistemas dos cuidados primários de saúde.

Perspectiva-se também a melhoria da integração e/ou interface dos sistemas de gestão e controlo de aquisição de bens e serviços, sistemas de gestão de infra-estruturas de diagnóstico, consumíveis, equipamentos e meios logísticos e a implementação de transacções electrónicas seguras, nomeadamente entre hospitais e entre estes e os seus fornecedores de bens e serviços.

Deve contemplar-se a integração com os sistemas de gestão contabilística e financeira já existentes e a produção de relatórios de gestão dos serviços clínicos e hospitalares para apoio à decisão. Garantir a integração e harmonização coerente das actuais bases de dados de registo dos cuidados primários e dos cuidados diferenciados de saúde.

P 5.2 Teletrabalho

Instalar serviços de acesso remoto às Intranets dos hospitais da região, nomeadamente à do Hospital Distrital Infante D. Pedro V de Aveiro para os profissionais de saúde que, garantindo a segurança no acesso aos sistemas de back-office e a adequada protecção dos dados, permitirão uma mais adequada gestão do tempo destes profissionais.

Perspectiva-se a produção de relatórios clínicos, o planeamento de serviços, o estudo dos processos, a consulta de históricos e o acesso a bases de dados de meios de diagnóstico. Perspectiva-se ainda instalar serviços de tele-manutenção dos sistemas pelas equipas de profissionais em serviço de escala.

P 5.3 Serviços de Diagnóstico Remoto

Instalar, nos diferentes serviços clínicos, plataformas e redes de diagnóstico remoto, on-line e off-line, aberto aos sistemas público e privado de saúde nas principais áreas clínicas: imagiologia, cardiologia, pediatria, dermatologia, ortopedia, reumatologia, etc.

Contempla-se ainda a instalação de serviços de tele-diagnóstico a partir do domicílio de especialistas que estejam em regime de prevenção.

Estes serviços devem estabelecer-se para aumentar a eficiência das actuais redes de especialistas, garantindo a qualidade, a integridade e a confidencialidade no processamento, arquivo, indexação e distribuição ponto a ponto ou ponto multiponto dos formatos vídeo, áudio e gráfico associados aos diferentes meios de diagnóstico.

P 5.4 Saúde Online

Instalar serviços de atendimento on-line dos Hospitais e Centros Clínicos garantindo a efectiva marcação de consultas, o apoio em situações de emergência, o preenchimento de formulários e a emissão de certificados. Estes serviços devem ser adaptados a diferentes formatos de acesso, podendo assumir-se como call-centers telefónicos e na Internet.

P 5.5 Qualificação Permanente dos Profissionais de Saúde

Construir uma Intranet orientada para estágios sob a responsabilidade da ESSUA (Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro), complementada com a instalação de plataformas e serviços de formação e actualização profissional, baseados nas TIC e especialmente desenhados para os profissionais da saúde.

Perspectiva-se ainda e complementarmente a concepção e o desenvolvimento de conteúdos multimédia sob a orientação da Escola Superior de Saúde de Aveiro contribuindo, quer para a qualificação permanente dos profissionais de saúde, quer para a introdução de práticas inovadoras nos Hospitais da região, nomeadamente no Hospital Infante D. Pedro V e nas Unidades de Saúde da rede dos cuidados de saúde primários.

IO. 5- Indicadores e Objectivos Anuais

Indicadores
Ano 2
Ano 3
Ano 4
Processos de gestão das infra-estruturas, equipamentos e meios logísticos - 50% 100%
Processos de gestão da aquisição de bens e serviços 50% 100% -
Profissionais de Saúde com computadores pessoais, acesso à Internet e utilização regular dos serviços básicos 20% 40% 80%
Número de sessões de diagnóstico remoto 20 200 400
Profissionais de Saúde em teletrabalho 10 30 50
Consultas por marcação online - 20% 40%
Profissionais de Saúde com certificação básica nas TIC 20% 40% 80%