Programa Aveiro Digital www.aveiro-digital.pt 
Linha separadora
      O Programa Aveiro Digital 2003 - 2006 é co-finaciado pelo FEDER e pelo FSE através do Programa Operacional Sociedade da Informação
Linha separadora
Separador
Indicador de item de menu Apresentação
Separador
Indicador de item de menu Projectos  
Separador
Indicador de item de menu Serviços
Separador
Indicador de item de menu Documentação
Separador
Indicador de item de menu Outros Destinos
Separador
Indicador de item de menu Contactos
Separador

Um globo inclinado, com uma grelha sobreposta. Na sua superfície está recortado um buraco de fechadura

Atalhos de acesso ao menú: ALT + Letra sublinhada

English Version     Versão Portuguesa


Visitantes: 3622758

 

[ Inicio ]
Icon Noticias  Noticias :
 
Notícia com data de 20-12-2003 --- Projectos Aveiro Digital aplicam 14,76 milhões de euros

Com a assinatura dos termos de aceitação dos contratos de financiamento de 42 projectos, 142 instituições, públicas, privadas e associativas avançam com um investimento de 14,76 milhões de euros para aplicar até 2006 no domínio da sociedade da informação.

A Comissão Executiva Aveiro Digital apresentou ontem os 42 projectos seleccionados no âmbito do 1º Concurso Aveiro Digital 2003-2006, representando um investimento de 14,76 milhões de euros e traduzindo-se numa comparticipação financeira de 10,20 milhões do Programa Operacional da Sociedade de Informação (POSI). A este concurso foram apresentadas 73 candidaturas e o orçamento disponível atingia os 27,3 milhões de euros. A verba restante será atribuída numa segunda fase do concurso. Nos projectos que beneficiam de comparticipação financeira participam 142 entidades públicas, privadas e associativas dos 11 municípios da Associação de Municípios da Ria (AMRia), que integra a parceria da gestão do concurso com a Associação Aveiro Digital.

Antes da assinatura dos termos de aceitação dos contratos de financiamento que encerrou a sessão de apresentação, os projectos foram descriminados pelos concelhos em que se situam, as verbas correspondentes de apoio, as entidades envolvidas e as áreas a que cada projecto se dedica.
São oito as áreas de intervenção: «Comunidade Digital», «Autarquias e serviços concelhios», «Escolas e comunidades educativas», «Universidade e comunidade universitária», «Serviços de saúde», «Solidariedade social», «Tecido produtivo» e «Informação, cultura e lazer». Para o presidente da AMRia, Ribau Esteves, a abrangência do POSI aos 11 municípios é uma «nota de crescimento, esta passagem do municipal para o intermunicipal, um grande desafio» que abrange 350 mil cidadãos, enquanto que Jaime Quesado, gestor do POSI, diz esperar «mais eficácia na relação com cidadãos».

Antes da assinatura dos termos de aceitação por parte das entidades beneficiárias dos projectos seleccionados, o ministro-adjunto do Primeiro-Ministro, José Luís Arnaut apresentou os aspectos positivos deste tipo de iniciativas e os plano do Governo nesta área. O governante ainda elogiou o projecto de Aveiro, «modelo na área» e personalizou o resultado do trabalho em Ribau Esteves, pela sua «dinâmica, qualidade e empreendedorismo» reconhecendo ainda a forma como o autarca «tem impulsionado» o projecto.

Dos 42 projectos seleccionados espera que contribuam, no quadro da sociedade da informação para «aumento da eficácia e eficiência do sistema económico, da competitividade nacional para a modernização, racionalização, responsabilidade e revitalização da administração pública, do aparelho do Estado, a dinamização da sociedade civil, o conhecimentos dos portugueses e o bem-estar e qualidade de vida dos cidadãos». Com a iniciativa Aveiro-Digital 2003-2006, José Luís Arnaut diz que o «Governo cria as condições» para atingir aqueles objectivos.

A massificação do acesso à Internet em banda larga e a implantação do Governo electrónico são pontos do programa governamental neste campo. O aumento dos pontos de acesso em banda larga nos novos edifícios e em todas as escolas até 2004 são objectivos que José Luís Arnaut disse ser compromissos a cumprir.

Projectos em 11 concelhos

Águeda: 16 projectos; 14 entidades; 1,1 milhões de euros;

Albergaria-a-Velha: 12 projectos; 10 entidades; 771 mil euros;

Aveiro: 27 projectos; 46 entidades; 2,5 milhões de euros;

Univ. de Aveiro: 5 projectos; 1,8 milhões de euros;

Estarreja: 14 projectos; 7 entidades; 1,2 milhões de euros;

Ílhavo: 17 projectos; 15 entidades; 2 milhões de euros;

Mira: 13 projectos; 3 entidades; 935 mil euros;

Murtosa: 13 projectos; 5 entidades; 855 mil euros;

Oliveira do Bairro: 12 projectos; 6 entidades; 756 mil euros;

Ovar: 13 projectos; 9 entidades; 880 mil euros;

Sever do Vouga: 12 projectos; 7 entidades 771 mil euros;

Vagos: 13 projectos; 6 entidades; 935 mil euros;

Fonte: Diario de Aveiro

[ « Anterior ]