Programa Aveiro Digital www.aveiro-digital.pt 
Linha separadora
      O Programa Aveiro Digital 2003 - 2006 é co-finaciado pelo FEDER e pelo FSE através do Programa Operacional Sociedade da Informação
Linha separadora
Separador
Indicador de item de menu Apresentação
Separador
Indicador de item de menu Projectos  
Separador
Indicador de item de menu Serviços
Separador
Indicador de item de menu Documentação
Separador
Indicador de item de menu Outros Destinos
Separador
Indicador de item de menu Contactos
Separador

Um globo inclinado, com uma grelha sobreposta. Na sua superfície está recortado um buraco de fechadura

Atalhos de acesso ao menú: ALT + Letra sublinhada

English Version     Versão Portuguesa


Visitantes: 3622785

 

[ Inicio ]
Icon Noticias  Noticias :
 
Notícia com data de 28-01-2005 --- Solidariedade na Net

buss: Instituições fundam um banco de solidariedade social na Internet Projecto reúne, para já, organizações de Aveiro, Ílhavo e Vagos

Arquivo jn

Chama-se Buss e é um banco de solidariedade social na Internet



Várias instituições de solidariedade social de Aveiro, Ílhavo e Vagos reuniram-se para criar um banco de solidariedade social (Buss) na Internet.

O projecto, liderado pela Associação Beneficência, Educação e Tempos Livres (Betel), de Ponte de Vagos, assenta num portal de informação (www.bussocial.org) que deverá estar activo, ainda que apenas parcialmente, no próximo mês de Março, e é financiado pelo Programa Aveiro Digital.

Além da Betel, de Ponte de Vagos, que assume o papel de entidade beneficiária principal, associaram-se ao projecto a Cáritas Diocesana e a Cruz Vermelha Portuguesa e o Centro Social e Paroquial de N.ª S.ª de Fátima (Aveiro), a Obra da Previdência da Gafanha da Nazaré, o grupo de escuteiros da Gafanha da Nazaré e a Rádio Terra Nova e a empresa Senso Comum, responsável pela plataforma informática.

Além de reunir informação sobre as actividades e campanhas das instituições aderentes, o portal BUSS disponibilizará, numa segunda fase, vários serviços, entre os quais um "banco de recursos" e um "banco de tempo".

Tiago Lagarto, presidente da Betel, diz que o Buss será "como que uma loja do cidadão para a solidariedade, um local de troca onde as pessoas e as instituições poderão encontrar um registo actualizado das necessidades de apoio e um inventário dos recursos disponíveis em cada momento".

Números

115750 euros, è quanto deverá custar o desenvolvimento e a instalação do banco de solidariedade social nos próximos dois anos. 70 por cento.O programa Aveiro Digital financia a criação de um banco de solidariedade social (Buss) na Internet a 70%.

Fonte: Jornal de Noticias (José Carlos Maximino) >>


[ « Anterior ]