Programa Aveiro Digital www.aveiro-digital.pt 
Linha separadora
      O Programa Aveiro Digital 2003 - 2006 é co-finaciado pelo FEDER e pelo FSE através do Programa Operacional Sociedade da Informação
Linha separadora
Separador
Indicador de item de menu Apresentação
Separador
Indicador de item de menu Projectos  
Separador
Indicador de item de menu Serviços
Separador
Indicador de item de menu Documentação
Separador
Indicador de item de menu Outros Destinos
Separador
Indicador de item de menu Contactos
Separador

Um globo inclinado, com uma grelha sobreposta. Na sua superfície está recortado um buraco de fechadura

Atalhos de acesso ao menú: ALT + Letra sublinhada

English Version     Versão Portuguesa


Visitantes: 3628647

 

[ Inicio ]
Icon Noticias  Noticias :
 
Notícia com data de 29-06-2007 --- Municípios da Ria entregam preparação do QREN à Universidade

A Grande Área Metropolitana de Aveiro e a Associação de Municípios da Ria vão entregar à Universidade de Aveiro a elaboração do plano e quadro de investimentos a contratualizar com o gestor do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN).

A decisão, tomada hoje numa reunião realizada na Murtosa entre presidentes de câmara que integram aquelas duas estruturas associativas, vai ser formalizada num protocolo de colaboração institucional a celebrar dia 05 de Julho com a Universidade.

«É um passo muito importante na dimensão política de cooperação entre os agentes locais e a Universidade que queremos dar à região e uma decisão original no país, já que outras associações de municípios têm tomado a opção de trabalhar com gabinetes privados de consultadoria», comentou Ribau Esteves, presidente da Grande Área Metropolitana de Aveiro (GAMA) e da Associação de Municípios da Ria (AMRia).

A elaboração do plano de acção, referente à área da NUT III do Baixo Vouga, surge na sequência «do trabalho de enquadramento» feito já pela Universidade de Aveiro e deverá ficar concluída no prazo de cinco meses.

Os presidentes de câmara ou seus representantes decidiram também integrar no quadro da AMRia o gabinete do programa Aveiro Digital, dando continuidade às capacidades técnicas para gerir o projecto «Agir para ligar», homologado pelo ministro da Ciência e Ensino Superior, destinado à sustentação financeira e técnica dos 11 espaços Internet municipais e 83 postos de freguesia, lançados pelo Aveiro Digital.

O projecto vai caracterizar a população de cada um dos municípios para elaborar planos municipais de formação e agregar iniciativas para a qualificação de activos, tirando partido da estrutura montada e terá uma dotação de um milhão de euros, 75 por cento dos quais a fundo perdido e o remanescente suportado pelas autarquias.

Os autarcas tomaram ainda uma posição pública de «profunda preocupação com o atraso dos cursos de especialização tecnológica, desenvolvidos em cinco dos municípios em colaboração com a Universidade de Aveiro», reclamando a necessidade urgente de definir o seu financiamento.

A defesa de uma entidade gestora da Ria de Aveiro voltou a ser tema da agenda, tendo sido decidido promover uma «mobilização geral de energias regionais» em Setembro, para pressionar o Governo a «acabar com o abandono a que a Ria tem sido votada».

«Não vamos desistir dessa luta. O primeiro-ministro ainda não respondeu ao ofício que lhe endereçámos e ainda não recebemos do Grupo Parlamentar do PS uma resposta cabal às diligências que fizemos nesse sentido», comentou Ribau Esteves aos jornalistas.

Segundo o presidente da GAMA e da AMRia, «assiste-se a uma incapacidade total do Ministério do Ambiente, pela mão da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, para gerir a Ria de Aveiro, mesmo até na cobrança das taxas dominiais».

in Semanário SOL


[ « Anterior ]