Programa Aveiro Digital www.aveiro-digital.pt 
Linha separadora
      O Programa Aveiro Digital 2003 - 2006 é co-finaciado pelo FEDER e pelo FSE através do Programa Operacional Sociedade da Informação
Linha separadora
Separador
Indicador de item de menu Apresentação
Separador
Indicador de item de menu Projectos  
Separador
Indicador de item de menu Serviços
Separador
Indicador de item de menu Documentação
Separador
Indicador de item de menu Outros Destinos
Separador
Indicador de item de menu Contactos
Separador

Um globo inclinado, com uma grelha sobreposta. Na sua superfície está recortado um buraco de fechadura

Atalhos de acesso ao menú: ALT + Letra sublinhada

English Version     Versão Portuguesa


Visitantes: 3622442

 

[ Inicio ]
Icon Noticias  Noticias :
 
Notícia com data de 04-11-2000 --- Aveiro-Cidade Digital mostra-se numa semana

O Programa Aveiro Cidade Digital mostra-se à comunidade em geral durante a próxima semana nas suas áreas de intervenção relacionadas com a escola e a universidade. Com o tempo contado, os parceiros é que vão alargá-lo As Áreas de Intervenção (AI) 3 e 4 do Programa Aveiro Cidade Digital, cujo horizonte de vida seria de dois anos e foi encurtado para apenas um, vai prosseguir graças ao esforço dos diversos parceiros envolvidos. «Este é um acto heróico dos parceiros ao permitir que se continue o trabalho até 2001», revelou, ontem, Lusitana Fonseca, coordenadora do programa, durante a apresentação da semana temática das AI3 e 4, «Escola e Comunidade Educativa» e «Universidade e Comunidade Educativa», respectivamente. Nesta semana, e se a vontade da responsável for satisfeita, «vai reflectir-se sobre o que se fez e sobre o que é preciso que aconteça no futuro». A semana temática inicia-se no próximo dia seis e termina a 10 deste mês e visa dar a conhecer à sociedade em geral o que vem sendo desenvolvido no âmbito dos diversos projectos ligados às AI 3 e 4. Na génese das AI está o facto das crianças e dos jovens terem necessidade de um ambiente coerente e apoiante para o seu pleno desenvolvimento. A escola, as famílias e a comunidade são os nós da rede de suporte ao seu crescimento saudável e a trama onde se estabelece a confiança e se estimulam as suas capacidades. No âmbito do Programa Aveiro Cidade Digital e enquadrados nas AI 3, os projectos CACEED, Vera-Ria, REI, Tic-Tac, Ciber-Parque Jogos (CPJ), Esvir e Maltinha contribuem para a construção de novas redes de aprendizagem cooperativa, estimulando também as famílias e os professores para a descoberta de novos modelos de compromisso social com a educação das crianças e dos jovens. O projecto CBJ, por exemplo, tem como finalidade, segundo Óscar Mealha, aproveitar a sede do jogo das crianças entre os quatro e os seis anos e entre os seis e os dez anos, introduzindo-lhe uma vertente formativa. «Essa pode passar pela segurança rodoviária, consciência ecológica ou saúde, por exemplo», demonstrou. No fundo, pretende-se gerar e manter uma comunidade virtual infanto-juvenil. Os quinze parceiros deste projecto são jardins de infância, patronatos, creches, etc, coordenados pela Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro (UE). Outro projecto envolvido nesta semana temática, é o Tic-Tac - Tic para Trabalhar, Aprender e Criar. Segundo o seu coordenador, José Carlos Couceiro, o Tic-Tac disponibiliza aos agentes representativos da comunidade escolar de Aveiro envolvidos, um conjunto de serviços básicos que permitem a comunicação on-line entre todos eles, tendo sido para isso instaladas linhas RDIS e comunicações Internet Consultas «on-line» Desde o ano passado que estão envolvidas, neste projecto, cerca de 150 famílias, seis conselhos executivos e cerca de 60 professores. «Ligar os pais à escola e torná-los mais participativos sem ter que ir lá, o que nem sempre é possível por contingências da vida», explicou o coordenador. «Já é possível a alunos tirarem dúvidas on-line com professores, em casa e fora do horário escolar, ou encarregados de educação consultarem directores de turma sobre o comportamento escolar dos seus educandos», revelou José Carlos Couceiro. Os parceiros deste projecto, «webizados», são as Escolas Secundárias n.º 1 de Aveiro, José Magalhães Lima, e as EB 2,3 de Aradas, São Bernardo e Oliveirinha, a DREC, o Centro de Formação de Professores José Pereira Tavares e a Portugal Telecom Inovação. Pela sua utilidade, pela forma como foi pensado e desenvolvido, poderá ser aplicado em qualquer concelho do país, pois foi desenvolvido para todas as escolas e famílias de Portugal. A abertura destes e de outros projectos à participação voluntária, na próxima semana, é vista como essencial na abertura à sociedade e deverá permitir a actualização e construção permanentes, tendo sempre presente que o fim último do programa é a melhoria da qualidade de vida na cidade em todas as suas vertentes.

FONTE: Diário de Aveiro ( ver notícia )


[ « Anterior ]