Programa Aveiro Digital www.aveiro-digital.pt 
Linha separadora
      O Programa Aveiro Digital 2003 - 2006 é co-finaciado pelo FEDER e pelo FSE através do Programa Operacional Sociedade da Informação
Linha separadora
Separador
Indicador de item de menu Apresentação
Separador
Indicador de item de menu Projectos  
Separador
Indicador de item de menu Serviços
Separador
Indicador de item de menu Documentação
Separador
Indicador de item de menu Outros Destinos
Separador
Indicador de item de menu Contactos
Separador

Um globo inclinado, com uma grelha sobreposta. Na sua superfície está recortado um buraco de fechadura

Atalhos de acesso ao menú: ALT + Letra sublinhada

English Version     Versão Portuguesa


Visitantes: 3622571

 

[ Inicio ]
Icon Noticias  Noticias :
 
Notícia com data de 24-05-2001 --- Aveiro: Idosos aprendem 'ABC' da informática

"Isto aqui é o teclado", aponta um dos jovens formadores ao serviço da montra digital. "A escrita!", exclama prontamente a velhinha mais atenta à lição de informática.

Destemidos mas algo confusos, alguns utentes da Santa Casa da Misericórdia de Aveiro contactaram esta semana, na maioria pela primeira vez, com o admirável mundo dos computadores "de que ouviram falar sem nunca chegar a mexer".

Embora maravilhados, admitem que a iniciação é difícil. Prometem, apesar disso, continuar a formação ministrada informalmente a grupos reduzidos de idosos que ocupam os terminais de computadores.

A dona Eugénia, 67 anos, começou por fazer uns desenhos e, na segunda visita, já mexeu com destreza o rato. Escrever no teclado é mais complicado. "Acho bem mas para a minha idade já tem pouca utilidade", diz com cepticismo. Apesar disso, deseja "seguir a formação" que lhe permita perceber "o que é isso da Internet" de que lhe falaram antes de ir à montra digital.

Nunca é tarde para aprender. Uma máxima levada a sério pelo lúcido sr. Borges, de 85 anos, olhos pregados no ecrã. "Isto parece-me importante mas sem prática não resulta", refere, ao mesmo tempo que, a custo, tenta abrir uma janela do programa informático. "Na minha vida fiz coisas mais difíceis, espero também conseguir aprender". Só lamenta que "lá no lar" não hajam computadores, "a não ser na secretaria", que possa usar.

Em frente, outra idosa, teclando a medo, concentra-se na escrita do nome e morada. As primeiras letras saem repetidas. "O treino tornará mais fácil", descansa a paciente monitora.

Sensibilizar é importante
Carlos Dias, coordenador do programa Aveiro Cidade Digital, sublinhou a importância desta primeira abordagem que envolveu uma centena de participantes.

"Não é um curso intensivo. A semana dos mais idosos visou sensibilizar e mobilizar os utentes dos lares e outras instituições para a utilização dos postos de consulta espalhados pela concelho", referiu.

Segundo este responsável, há boas condições em Aveiro para usufruir dos benefícios que as novas tecnologias podem trazer, como o envio de mensagens de correio electrónico, acesso a informações de interesse e, para os mais afoitos, participar numa comunidade idosa virtual, acessível pela Internet.

A complexidade das ferramentas informáticas, sem a existência de um interface de consulta mais fácil, é o principal obstáculo. A Cidade Digital apoiou grupos com necessidades específicas (crianças e deficientes) mas não houve nenhum projecto vocacionado especialmente à terceira idade.

Esta sexta-feira, durante o dia, os idosos vão aplicar os primeiros conhecimentos para enviar correio electrónico e participar num debate através da Internet.

FONTE: NOTÍCIAS DE AVEIRO (ver notícia)


[ « Anterior ]