Programa Aveiro Digital www.aveiro-digital.pt 
Linha separadora
      O Programa Aveiro Digital 2003 - 2006 é co-finaciado pelo FEDER e pelo FSE através do Programa Operacional Sociedade da Informação
Linha separadora
Separador
Indicador de item de menu Apresentação
Separador
Indicador de item de menu Projectos  
Separador
Indicador de item de menu Serviços
Separador
Indicador de item de menu Documentação
Separador
Indicador de item de menu Outros Destinos
Separador
Indicador de item de menu Contactos
Separador

Um globo inclinado, com uma grelha sobreposta. Na sua superfície está recortado um buraco de fechadura

Atalhos de acesso ao menú: ALT + Letra sublinhada

English Version     Versão Portuguesa


Visitantes: 3628569

 

[ Inicio ]
Icon Noticias  Noticias :
 
Notícia com data de 16-11-2001 --- Iniciativa que durará até meados do corrente mês

No âmbito do processo de demonstração de utilidade pública da Internet, decorre em Aveiro até ao dia 16 uma iniciativa que tem por finalidade apoiar os “ imigrantes e minorias étnicas” na utilização dos meios disponíveis.

“Comunidades abertas à diferença “ é promovida pelo Programa Aveiro Digital e tem a participação da Associação de Apoio ao Imigrante, sediada na Freguesia de São Bernardo que, com a colaboração da Junta tem vindo a desenvolver diversas iniciativas de apoio aos imigrantes, nomeadamente, o ensino da língua portuguesa.

É também em São Bernardo que decorre esta iniciativa, no Centro Público de Serviços da Junta de Freguesia. Os interessados podem também utilizar a Montra Digital na sede do concelho, bem como todos os Centros Públicos do concelho, bem como todos os centros públicos , instalados nas Juntas de Freguesia e bairros sociais de Santiago e Griné.

“O objectivo da iniciativa é o de promover e divulgar os serviços na Internet nas áreas da Administração Pública, do Trabalho e Formação, da Saúde e do Lazer“ refere a organização que acrescenta ser também uma forma de “responder a algumas das actuais necessidades destas populações” podendo, igualmente, “contribuir para o seu processo de integração socio-cultural quer para reforçar a sua ligação aos países de origem.

A iniciativa conta com o apoio de monitores especializados nestas áreas que orientarão os participantes na formação básica sobre as tecnologias e da comunicação, ensinando a utilizar o processador de texto, a receber e enviar correio electrónico e a usar e pesquisar informação na Internet” para acesso aos serviços de informação sobre a comunidade e serviços da administração pública, saúde, formação e lazer”, acrescenta a organização.

Fonte: Litoral

[ « Anterior ]