Programa Aveiro Digital www.aveiro-digital.pt 
Linha separadora
      O Programa Aveiro Digital 2003 - 2006 é co-finaciado pelo FEDER e pelo FSE através do Programa Operacional Sociedade da Informação
Linha separadora
Separador
Indicador de item de menu Apresentação
Separador
Indicador de item de menu Projectos  
Separador
Indicador de item de menu Serviços
Separador
Indicador de item de menu Documentação
Separador
Indicador de item de menu Outros Destinos
Separador
Indicador de item de menu Contactos
Separador

Um globo inclinado, com uma grelha sobreposta. Na sua superfície está recortado um buraco de fechadura

Atalhos de acesso ao menú: ALT + Letra sublinhada

English Version     Versão Portuguesa


Visitantes: 3629110

 

[ Inicio ]
Icon Noticias  Noticias :
 
Notícia com data de 12-10-2001 --- Câmara sócia da Aveiro Digital

A Assembleia Municipal de Aveiro aprovou, por maioria – com cinco abstenções do PSD e uma da CDU – adesão da Câmara à Sociedade Aveiro Digital. Esta nova sociedade resulta da transformação operada no consórcio Aveiro Digital, constituído pela Câmara, PT Inovação e Universidade de Aveiro. Embora tenha recolhido a unanimidade dos votos acerca do “princípio da adesão da Câmara à sociedade”, apenas obteve a maioria da Assembleia no que respeita à adesão da Câmara com os estatutos apresentados à discussão.

Na bancada do PSD, Henrique Dias justificou o voto pelas “dúvidas” em alguns pontos do conjunto dos estatutos. O social democrata considera que seria necessário uma “revisão dos estatutos por especialistas em Direito, particularmente no que diz respeito a regalias dos associados fundadores, estrutura e escolha dos corpos sociais. “Dúvidas nos objectivos” também surgiram na bancada da CDU. António Salavessa coloca em causa a duração do mandato do Conselho de Administração (CA) e questionou-se “se se pretende resolver problemas de calendário político eleitoral”.

Para Jorge Nascimento, do CDS-PP, a associação “não é um modelo de democraticidade, referindo-se também à duração do mandato do CA e chamando à atenção para o facto dos estatutos não contemplarem a destituição dos cargos.

Na declaração de voto dos socialistas, que votaram favoravelmente, o líder da bancada Filipe Neto Brandão considerou a sociedade “o mais adequado ao enquadramento jurídico-formal”.

Fonte: Diário de Aveiro

[ « Anterior ]